segunda-feira, maio 27, 2024
Destaques da SemanaNotícias

Sindsef protesta por reajuste salarial na Marcha da Jornada de Luta em Brasília

Com muita garra e determinação, servidores do serviço público de Rondônia viajaram por dois dias e uma noite para viver um momento histórico do movimento sindical. Em uma caravana organizada pelo Sindicato dos Servidores Públicos Federais no Estado de Rondônia – Sindsef/RO, 50 pioneiros e transpostos somaram-se com a multidão que tomou parte das vias da Esplanada dos Ministérios, nesta quarta-feira, dia 17 de abril.

O manifesto denominado Marcha dos Servidores Públicos Federais “Não Aceitamos 0% de reajuste”, teve o propósito de pressionar o governo a conceder percentual de recomposição salarial ainda em 2024 e negociar sobre as pautas de reestruturação das carreiras dos servidores.

Em meio a uma greve dos docentes e técnicos em educação federal em todo país, a marcha ganhou o apoio em massa dos estudantes de universidades e institutos federais de educação, chamou a atenção do governo e repercutiu na grande mídia nacional.

Nesse contexto, a representação do Sindsef Rondônia fez a diferença no ato, ao manifestar com cartazes, a indignação dos servidores aposentados e pensionistas excluídos da atual proposta do governo de conceder neste ano de 2024, apenas aumento nos benefícios auxílio-alimentação, na contrapartida dos planos de saúde e no auxílio-creche.

Outra bandeira, representada por Rondônia na Jornada de Luta é a urgente necessidade da instalação da Mesa Temporária específica dos servidores dos ex-territórios, negligenciada por todos os governos, apesar das inúmeras demandas relacionadas à categoria que abrange os estados de Rondônia, Roraima e Amapá.

A determinação da delegação de Rondônia foi reconhecida e elogiada por outras delegações durante o ato e reafirmada pelo diretor-geral da Condsef, Sérgio Ronaldo. “Como sempre, toda vez que é chamado, nosso sindicato de Rondônia está presente nos processos e nas ações mais importantes da nossa Confederação. Dessa vez não foi diferente, nessa semana de Jornada de Lutas, como o estado que é um dos mais distantes de Brasília, não mediu esforços para estar aqui somando com os demais estados”, afirmou.

Em avaliação preliminar, as confederações acreditam que a Marcha foi uma das atividades mais importantes realizadas, depois da pandemia, pelo conjunto de servidores públicos. “A avaliação é que tivemos nessa jornada de luta em torno de 8 mil servidores de todo país. Uma atividade significante que pode mudar esse cenário negativo que estamos vivenciando”, disse Sérgio Ronaldo.

Mesas Específicas

Sobre a instalação das 40 mesas temporárias específicas para discutir sobre a reestruturação de carreiras, Sérgio Ronaldo disse que logo após o ato, em reunião com as entidades sindicais, o secretário de Relações de Trabalho do Ministério de Gestão e Inovação (MGI), José Lopes Feijóo, afirmou que está aguardando o retorno das entidades até sexta-feira (19/04), para montar e instalar o processo das mesas que estão faltando, inclusive da maioria da base da Condsef e Sindsef.


“O secretário assumiu compromisso com a Condsef, caso a condição da nova modalidade apresentada pelo MGI tenha o aceite das entidades sindicais, de que na segunda-feira, sentaremos para definir as agendas, inclusive da mesa dos ex-territórios”, informou o secretário-geral da Condsef em balanço com a delegação de Rondônia.

A caravana do Sindsef/RO, contou com participação de filiados de todas as Coordenações Regionais, delegados de base de Porto Velho e da Diretoria Executiva, representados pelas diretorias Eliete Azevedo, Flávia Hiromi Takahashi, Eva Bezerra, Iracema Sena e os diretores Helmuth de França, Benjamin Avarona, José Geltrudes Valério e como representante na Condsef, do ex-presidente do Sindsef/RO, Abson Praxedes.

O presidente do Sindsef/RO, Almir José Silva reafirma que o sindicato vai permanecer mobilizando sua base e fortalecendo a luta reivindicando nas mesas de negociação por recomposição salarial e pela reestruturação das nossas carreiras dos servidores que compõem sua base.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *