segunda-feira, maio 27, 2024
Destaques da SemanaNotícias

Nota de apoio do Sindsef ao movimento de greve dos servidores da educação federal

O Sindicato dos Servidores Públicos Federais no Estado de Rondônia – Sindsef/RO declara, em nota, o apoio ao movimento grevista dos docentes e  técnicos administrativos em educação federal que reivindicam por recomposição das perdas salariais, reestruturação da carreira, equiparação de benefícios, revogação de medidas contra os direitos dos servidores públicos, por mais verbas para a educação pública superior, entre outras necessidades.

Almir José Silva, presidente do Sindsef/RO, confirma que a entidade sindical estará junto fortalendo a luta e apoiando a decisão dos servidores em educação, sendo de paralisação ou apenas de mobilizações. A luta unificada dos servidores federais conta com apoio de diversas entidades sindicais e pretende intensificar a mobilização da campanha salarial 2024.

“Estamos juntos na mesma luta na Mesa Nacional de Negociação Permanente (MNNP) brigando por reconhecimento das perdas salariais de todos os servidores públicos federais. Está na hora de unir forças e pressionar o governo por uma resposta digna de recomposição salarial ainda para este ano de 2024. Por isso, o Sindsef apoia o movimento paredista da educação federal e convoca sua base de filiados que para fortalecer os atos da Unir e Instituto Federais de Educação”, afirma o presidente do Sindsef/RO, Almir José Silva.

No Instituto Federal de Educação – IFRO, os técnico-administrativas(os) em educação e docentes estão em greve desde quarta-feira (03/04), nos campus Ariquemes, Guajará-Mirim, Porto Velho Calama, Porto Velho Zona Norte e reitoria. A greve nacional reúne trabalhadoras(es) das cinco regiões brasileiras, em 21 estados.

Os servidores da Universidade Federal de Rondônia – UNIR devem deliberar sobre a possibilidade de greve, em Plenária Unificada convocada próxima a sexta-feira, dia 12 de abril.

Confira a programação de greve da Unir

12 de abril – Plenária Unificada nos 3 turnos (08h30min / 14h / 19h) nos campi da UNIR

15 de abril – Início oficial da Greve Geral por tempo indeterminado;

16 a 18 de abril – Jornada de lutas do Fonasefe com atividades em Brasília
✓ 16/04: Audiência pública na Câmara Federal
✓ 17/04: Caravana e Marcha em Brasília dos servidores e das servidoras
✓ 18/04: atividades setoriais, possibilidade de ato no MEC das entidades da Educação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *